6 passos para melhorar a segurança corporativa

A segurança corporativa é um aspecto essencial para as empresas evitarem incidentes.

Como anda a preocupação da sua empresa com a segurança corporativa? Para promover a proteção de bens, ativos e do patrimônio do negócio, assim como evitar roubos, desvios e fraudes, investir neste aspecto é fundamental.

Afinal, se trata de um investimento com o objetivo de prevenir ocorrências, minimizar riscos e reduzir perdas patrimoniais. 

Assim, os gestores podem obter um retorno desse investimento na forma de economia com possíveis prejuízos em decorrências de roubos, depredações e crimes contra o patrimônio.

Quer saber como aumentar a proteção da sua empresa? Neste conteúdo, explicamos tudo sobre o assunto.

Como funciona a segurança corporativa?

Em primeiro lugar, é importante entender que a segurança empresarial é formada por diversas ações que protegem os ativos do negócio contra riscos e ameaças, tanto acidentais como intencionais. Ou seja, este é um requisito para permitir a continuidade da operação da organização.

Com isso, as empresas podem estabelecer maior proteção a funcionários que correm riscos por trabalhar com ativos valiosos e, da mesma forma, assegurar a confiança de clientes e parceiros. Como resultado, aumenta-se a confiabilidade da marca e ganha-se um diferencial competitivo.

Como garantir a segurança corporativa?

Para proporcionar a melhora da segurança da empresa, é necessário investir em uma área estruturada e capacitada. Isso porque não adianta ter só funcionários determinados, mas também um importante trabalho de inteligência já no planejamento.

Além disso, é preciso compreender completamente como gerenciar os riscos de modo adequado. Então, com a avaliação da realidade da empresa, os gestores podem tomar as medidas de segurança necessárias.

Vale lembrar que 92% das organizações dizem ter uma área de segurança organizada, segundo pesquisa realizada pela ICTS Security. Além disso, 84% definem orçamentos anuais para este campo.

No entanto, a falta de estratégia, de inteligência e comunicação torna os resultados ineficientes no setor. Logo, as companhias devem repensar suas ações de segurança corporativa com foco no curto, médio e longo prazo.

3 principais riscos à segurança corporativa

Entre os perigos e ameaças à segurança das empresas, vamos apresentar os 3 principais itens:

1. Crimes contra o patrimônio

Situação mais comum, o crime contra o patrimônio se refere a roubos e furtos tanto de dinheiro como de bens e equipamentos, danos aos ativos da empresa, apropriação indébita, fraudes no comércio, entre outros. Para evitá-los, em geral, um projeto de segurança integrando meios técnicos, humanos e organizacionais pode ajudar.

2. Ameaças internas

Nesta situação, normalmente, são funcionários que causam algum mal à organização. Podem ser colaboradores insatisfeitos que expõem informações sigilosas para o público. Também é possível que algum profissional usurpe itens da empresa, o que vai desde um mouse do escritório até produtos fabricados no caso de uma indústria.

3. Ataques de hackers

Cada vez mais, os negócios se tornam digitais, com funcionamento online, uso de dados e tecnologias. Logo, os cibercriminosos são uma preocupação constante. No Brasil, 96% das empresas sofreram um ataque de hacker nos últimos 12 meses, segundo relatório da Forrester.

Tais violações e invasões roubam dados, comprometem informações de clientes, corrompem o funcionamento de programas e ainda podem sequestrar sistemas e computadores, exigindo resgate para devolver o acesso.

Medidas práticas para otimizar a segurança corporativa

De olho neste cenário, com os riscos mapeados e a estruturação da área, os gestores devem formalizar um plano de segurança, conscientizar os colaboradores e adotar as medidas necessárias. Mas quais as ações que podem ser implantadas no ambiente empresarial? Vamos ver as melhores práticas!

1. Controle de acesso

O controle de acesso é muito importante para fortalecer a segurança corporativa, já que, por meio de catracas, biometria e outros itens, cuida da entrada e saída de pessoas e garante que só quem está autorizado pode acessar a salas, corredores, cofres e demais ambientes. 

Esta medida também ajuda na identificação e liberação de visitantes de acordo com o local onde ele vai. Assim, com o controle de acesso, é possível evitar brechas de segurança e reduzir a presença de pessoas suspeitas em locais indevidos.

2. Sistema de vigilância e videomonitoramento 24 horas 

Um sistema de segurança corporativo precisa contar com equipamentos de videomonitoramento em funcionamento 24 horas. As câmeras devem ser colocadas no ambiente interno, como salas, armazéns, corredores, caixas, entre outros, para identificar roubos e comportamentos suspeitos.

Além disso, as câmeras devem estar no ambiente externo, como estacionamentos, portões e muros, para análises de movimentos de pessoas e carros, reconhecimento facial e demais detalhes, impedindo ações maliciosas no entorno da empresa. 

Vale lembrar que o sistema deve ser monitorado constantemente por um centro de operação e a empresa precisa contar com infraestrutura tecnológica adequada para suportar os dados e imagens captados e armazenados.

3. Monitoramento por alarmes

Outra ação importante é adotar um equipamento de monitoramento de segurança corporativa por meio de alarmes. Dessa forma, se o sistema mapear algum problema, é possível emitir um alerta para a central e colocar em prática os protocolos de segurança para evitar transtornos.

4. Sistemas contra incêndios

Os danos causados por curto-circuitos e incêndios podem trazer muitos prejuízos para as organizações. Por isso, um sistema de monitoramento que identifica o fogo e emite alertas é recomendado para as empresas, principalmente as que possuem muitos equipamentos, fiação e tomadas.

Assim, o sistema pode dispersar água no ambiente para apagar o fogo inicial e também avisar os gestores e bombeiros para controlar o incêndio caso ele se alastre.

5. Rastreamento de veículos

Principalmente para empresas que atuam com frotas de veículos, a tecnologia de rastreamento é bastante apropriada. Até porque se torna possível acompanhar a localização do veículo em tempo real e a distância pelo próprio gestor.

6. Tecnologias inteligentes 

Outras tecnologias e inovações, como biometria, reconhecimento facial, leitura de placas e cartões de proximidade, podem ser usadas na segurança corporativa para proporcionar maior proteção, facilitando a identificação nos acessos e entradas de pessoas e veículos, na área externa e demais ambientes.

Conte com uma empresa especializada

Para adotar todos esses procedimentos e preservar o patrimônio, uma empresa especializada em segurança corporativa pode ajudar e muito as organizações. De acordo com o estudo da ICTS Security citado anteriormente, apenas 50% das instituições contavam com o suporte de um parceiro contratado.

No entanto, com uma equipe experiente e capacitada, é possível implementar as melhores soluções e práticas do mercado, garantindo alta qualidade e otimização de custos.

Conheça a Resolv

Para ajudar o seu negócio a ter a melhor solução de segurança corporativa, conte com a Resolv. Com mais de 20 anos de experiência, atuamos com serviços de facilities (higienização e desinfecção de ambientes), segurança (proteção inteligente) e alimentação (restaurantes corporativos).

Garantimos segurança com projetos inteligentes e personalizados para proporcionar a proteção de sua empresa. Elaboramos projetos de acordo com a análise de riscos e, assim, garantimos a cobertura adequada dos pontos mais vulneráveis do ambiente, sempre levando em conta a variável de custo.

Trabalhamos com inteligência integrada, utilizando ferramentas e processos, como central de alarme integrado com imagens, controle de cobertura de postos por biometria, rondas virtuais por imagens e checagem on-line das rondas. Dessa forma, é possível elevar a eficácia da gestão do risco no local em questão.

Além disso, atuamos com uma Central de Controle Operacional para fiscalização dos ambientes dos nossos clientes e cumprimento dos processos definidos no projeto.

Entre em contato agora mesmo com os nossos especialistas e garanta a proteção da sua empresa!

Gerenciamento de riscos: tudo o que você precisa saber
O gerenciamento de riscos evita que a empresa seja prejudicada por possíveis problemas. Saiba mais!
Saiba mais
7 dicas para promover a segurança do trabalho
Investir na segurança do trabalho é uma estratégia fundamental para as empresas evitarem acidentes.
Saiba mais
Por que terceirizar a segurança patrimonial é essencial nos centros logísticos?
A segurança patrimonial é uma estratégia essencial para os centros logísticos reduzirem os custos.
Saiba mais